…Mas você está tentando, né?

Dia desses tive um acesso de fúria quando uma pessoa perguntou se eu não estava no Doutorado, ao que eu respondi “Não”,  o que suscitou a réplica: “Sim, mas você está tentando, não é?”

Óbvio que estou tentando. Afinal, tenho a obrigação moral de tentar, de não estar satisfeita com meu Mestrado, que, por acaso, é a maior escolaridade da minha área (obtida pelo segundo membro mais jovem da equipe, inclusive)… Aliás, não é só a escolaridade, vários outros aspectos da minha antipática pessoa necessitam ser melhor trabalhados: tenho sobrepeso, mas estou tentando perder, né? Tenho cabelo enrolado, mas estou tentanto alisá-lo, né? Estou solteira, mas estou tentando arrumar um namorado, né? Lógico.

Não, não estou. Na verdade, não estou nem aí quando passo pela academia no caminho para minha cama, imensa, confortável e só para mim, recheada de livros que escolhi ler, que não foram recomendados ou solicitados por ninguém, e ainda repleta de chocolatinhos mentolados belgas.

choc

casa

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: