Meu amor Ruço (Obs. Isto não é um erro ortográfico, verifiquem o dicionário!!)

É uma desgraça, isso. Era óbvio que não ia dar certo. Era óbvio que a situação poderia ser descrita como inviável. Era óbvio que não podia ser recíproco.

Mas chega o momento em que o coração não suporta mais o constante assédio da frustração. E a gente acaba se resignando com o fato de que a realização não é possível, mesmo que o apego se perpetue. Ele era tão importante para mim, enquanto que eu tão-somente mais um meio de lazer para ele….

Mesmo quando não se pode fazer mais nada, ficam as recordações do que de fato aconteceu, bem como a angústia de tudo o que poderia ter sido e não foi.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: