Oh, just shut up, Adele!

Just enjoying a lovely French meal with my new friends and coworkers, for five delightful minutes having forgotten that damn faded love affair, when this freaky Scotish gal comes singing another of her pathethic songs….And that f#&*ng weeping chorus, “Don´t forget meeeeeee” keeps sounding over and over again, so awful! Please, someone introduce her to the Weight Watchers, Blind Date, Matching Prom or something, I can´t take this fatty needy chick anymore!!!!

Anúncios

Calúnia ao Transporte Público de São Paulo

Pessoal, não acreditem nesse povo alarmista que constantemente reclama de assédio sexual nos trens da CPTM. A hiperlotação no horário de pico é tamanha que você não pode distiguir com segurança uma passada de mão que busca suas partes íntimas da que busca sua carteira no bolso de trás!

Plus – desafio o dr Sheldon Cooper, PhD, ScD, OMG!,  reconhecido amante de locomotivas, a realizar o percurso Osasco- Grajaú sem besuntar-se inteiro com alcool em gel!!!!!

Best of 2011

and the Oscarol goes to…

Movie: Black Swam

Actress: Natalie Portman

Actor: Jonathan Rhys Meyers (ok, he did nothing remarkable this year, but still he´s kind of cute)

Alternative (b-side) movie: Janosick, the king of thieves (just check the Google)

Book: The lady with the dog and other stories,  Anton Tchekov (bilingual version – Russian/English,  released in May 2011)

Self help book: Why Men Marry Bitches, Sherry Argov

Sitcom: The Big Bang Theory (God, I love dr. Amy Farrah Fowler!!!!)

Soap Opera: La Pasión

Drama Serie: Dexter

Mini serie: Camelot (from the same producers of The Tudors and The Borgias)

Female Singer: Amy Winehouse (in memorian)

Male Singer: Morten Harket (new solo album coming up)

Song: Eight Letters, Take That

Suprisingly good: Selena Gomez

Surprisingly bad: Beyoncé

Used to suck, and it keeps sucking: Gossip Girl

Everyone loves, nevertheless I cannot understand why: The Vampire Dairies

MY God,  another season of this show? : House MD

I better turn off the TV and read a book: Big Brother Brasil

I better close up this book and see what´s on TV: Eat, Pray, Love (Elizabeth Gilbert)

Better way to end up with a guy that sucks: by e-mail, and don´t forget to mark as spam his further messages and report him as abbuser on Facebook 😉

Grande Drama no Brasil(eiro)

Bom dia a todos.  Abri minha página inicial no Yahoo hoje de manhã e qual não foi minha surpresa ao verificar que muitas tragédias assolam o mundo nesta semana que mal começa! Geleira na Ucrânia, geleira na Romênia, geleira na Polônia, vários mortos pelo frio intenso no Leste Europeu enquanto que, aqui no Brasil, a população encontra-se em estado de alerta, receiosa, com palpitações e tremedeira nas mãos, preocupadíssima com…quem será o próximo eliminado do BBB12!!!!

Parabéns Yahoo!, um tópico de apelo humanitário quase invisível na rede de notícias suplantado por infinitas informações irrelevantes sobre esse degradante programa! Realmente, até a Luisa, que já voltou do Canadá, está perplexa com o nonsense da avidez do brasileiro médio por assuntos terrivelmente fúteis! Será que se a geleira chegasse à São Paulo (via Argentina, por supuesto) as mortes de moradores de rua e insuficiência da rede de atendimento médico gratuito gerariam comentários tão passionais como os que se referem ao BBB?

January Poetry

(to *****, with passionate love)

This cloudy January

Brings my Love back to you.

Take it or leave it,

 Do as you wish to.

Last time we saw each other face to face

 The world was a different place to both of us.

We had nothing but a bag of dreams

And both our lives were a mere fuss.

So hard and yet so delectable

To dream awake, to wish what we would ever have,

So many doubts and the pain, unbeareble

We cried, we complained of all we would look at.

Yet, now those days have come to an end,

And today I miss the pain I used to feel

Because even a hard feeling is better than none,

Now I do not have a single wound to heal.

So, if your heart would be kind to shelter me,

 That would possibily save my soul from hell

(not that I beleive those awkward things)

But silence is often the echo of a failure, a broken spell.

Carol M., January 27th 2012

how it hurts

Damn, how it hurts. Aches. To be despied by a man who was life itself for you.  To understand everything you have given to him, or even the sweet moments you’ ve spent together meant nothing to him. That if you were caught by a train, he would not shed a tear, in fact, he would not even blink.

Meu amor Ruço (Obs. Isto não é um erro ortográfico, verifiquem o dicionário!!)

É uma desgraça, isso. Era óbvio que não ia dar certo. Era óbvio que a situação poderia ser descrita como inviável. Era óbvio que não podia ser recíproco.

Mas chega o momento em que o coração não suporta mais o constante assédio da frustração. E a gente acaba se resignando com o fato de que a realização não é possível, mesmo que o apego se perpetue. Ele era tão importante para mim, enquanto que eu tão-somente mais um meio de lazer para ele….

Mesmo quando não se pode fazer mais nada, ficam as recordações do que de fato aconteceu, bem como a angústia de tudo o que poderia ter sido e não foi.